Partilhar

Como tocar flauta

Por Nicolas Santos. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como tocar flauta
Imagem: wennerfloeten.de

A flauta é um dos instrumentos musicais mais populares, em especial a flauta doce, utilizada em todas as escolas que já possuem aulas de música. A sua popularidade não é de agora, ela existe desde o século 14, utilizada para produzir sons mais suaves - por isso o nome. Comparada a muitos outros instrumentos, a flauta doce é um instrumento fácil para se começar a tocar, sendo ótimo para crianças. Neste artigo, umComo dá dicas de como tocar flauta doce.

Também lhe pode interessar: Como tocar trompete

Como funciona a flauta

Não é totalmente necessário saber como a flauta funciona para tocá-la, se quiser, pule para o próximo subtítulo. Ainda assim, para os curiosos, explicaremos como funciona uma flauta.

Todo instrumento musical produz notas através de frequências, estas frequências são necessariamente geradas por vibrações. Cada vibração gera uma frequência, qualquer uma mesmo, como o arrastar da cadeira de madeira num chão de cimento. Cada nota musical é uma frequência, logo, se você consegue criar uma forma de produzir determinadas frequências, você terá um instrumento musical.

O violão produz sons através das vibrações das cordas, assim como o piano. Um tambor, através da pele. A flauta e outros instrumentos de sopro, através do ar. Para criar uma determinada frequência é necessário primeiro definir o tamanho. Nas cordas do violão, temos o tamanho de cada uma que pode ser determinada por onde você põe o dedo, assim como a grossura de cada uma. No tambor, temos o tamanho e a grossura da pele e na flauta, o tamanho e grossura do tubo.

Para produzir uma nota na flauta basta soprar, pois a distância que o ar tem para correr dentro dela já foi determinada. É assim que a posição dos seus dedos - que configuram quais aberturas estarão fechadas, ou abertas - determina a distância que o ar tem para correr, produzir uma frequência, vibração e som. O material com que o instrumento musical é feito também influencia, assim como uma cadeira de madeira produz um som diferente de uma cadeira de metal ao ser arrastada.

Noções básicas

Agora que entendemos um pouco como funciona a "física" por detrás deste instrumento, vamos às técnicas, lembrando que são apenas noções básicas, apenas para se iniciar o estudo. Você pode aprender a tocar quase todos os instrumentos sem a ajuda de um professor, mas até determinado nível. Se você pretende tocar bem, tocar limpo e com técnica, não dispense a ajuda de um profissional no assunto. Agora, chega de enrolação, vamos às técnicas:

  • Controle da respiração:

De início, para aquecer, é bom estabelecer um controle da respiração e do diafragma (órgão localizado abaixo do pulmão que controla a respiração). Arrume a postura, de pé ou sentado, deixando-a reta. Ombros para fora e barriga para dentro. Inspire pelo nariz e expire pela boca, não com o peito, com o diafragma. Para isso, certifique-se de que os seus ombros ou peito não se mexem enquanto você respira, e sim os músculos da barriga.

  • Sopro:

Agora que você já obteve um controle da respiração, o segundo passo consiste em obter um bom controle do sopro. Para isso, tente soprar (na flauta) de forma a produzir uma nota constante e duradoura. Não precisa apertar nenhuma das aberturas para já, apenas assopre. O primeiro passo para produzir boas notas é esta constância. Mais a frente falaremos sobre a intensidade do sopro.

  • Posição da língua:

Muitas vezes, ao fazer sequências de notas numa música, precisamos interromper o sopro. É importante lembrar que esta interrupção deve ser feita com a língua e não com a garganta, por exemplo. Isto ajuda a fazer com que o ar saia mais suave. A suavidade é importante quando se fala em flauta doce.

Para interromper, deixe a língua atrás dos dentes, colada ao céu da boca. Para fazer com que o ar saia novamente, faça o mesmo movimento quando se pronuncia a sílaba "dú". Tome cuidado para não vocalizá-la. Repita em silêncio esta sílaba para memorizar o movimento da língua.

Notas na flauta

Como dissemos, a forma com que você posiciona o dedos na flauta determina o som, desta forma, vamos deixar aqui a lista de cada nota que se pode produzir na flauta numa escala natural.

É importante lembrar que, nos instrumentos de sopro, a intensidade com que você sopra também influencia a tonalidade. Com sopros mais fortes é possível produzir sons mais agudos, com sopros mais suaves, sons mais graves. Mas por enquanto, procure manter uma frequência limpa e contínua, deixe para treinar a intensidade mais a frente, quando já tiveres decorado a posição de cada dedo, para cada nota.

Como tocar flauta - Notas na flauta

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tocar flauta, recomendamos que entre na nossa categoria de Música.

Escrever comentário sobre Como tocar flauta

O que lhe pareceu o artigo?

Como tocar flauta
Imagem: wennerfloeten.de
1 de 2
Como tocar flauta

Voltar ao topo da página