Partilhar

Qual é a diferença entre fábula e conto

Por Sara Viega. Atualizado: 12 junho 2018
Qual é a diferença entre fábula e conto

Entre os diferentes gêneros literários podemos encontrar o conto, a fábula e o romance que na aparência poderiam parecer iguais, mas que contam com importantes diferenças tanto na escolha de personagens como na finalidade de cada um. Neste artigo do umCOMO te explicamos qual é a diferença entre fábula e conto e o que é um romance , com todas as suas características e origens.

Também lhe pode interessar: Como escrever um conto

Fábula

As fábulas são breves narrações protagonizadas normalmente por animais ou plantas que contam com características humanas. A finalidade destas histórias é deixar algum tipo de lição ou moral para o leitor para convidá-lo a refletir a respeito de um tema particular.

Trata-se de um gênero literário normalmente dirigido às crianças, no qual se expressam diferentes morais que são importantes de aprender.

Qual é a diferença entre fábula e conto - Fábula

Conto

Por sua vez o conto é uma narração que pode estar baseada em fatos reais ou fictícios e que pode conter todo o tipo de personagens. Existem diversos gêneros de contos como os de fadas, os épicos, os históricos, os contos de fantasia, de fantasmas, entre outros.

A finalidade do conto pode ser transmitir oralmente uma tradição, como se vê em narrações folclóricas, ou simplesmente narrar uma história qualquer. Seu final não deve incluir obrigatoriamente, como no caso da fábula, alguma lição moral, sendo esta a principal diferença entre ambos os gêneros.

Qual é a diferença entre fábula e conto - Conto

O que é um Romance

Já um romance nem sempre é romântico, muito pelo contrário, mas é bom termos isto em mente para entender. O romance, como termo literário, pode ser muitas coisas, existem diversas formas de se escrever um romance, assim como diversos tipos do mesmo. As suas características não variam muito. O romance é, talvez, a forma literária mais procurada entre os leitores, excluindo os acadêmicos.

Características do romance

O romance pertence ao gênero narrativo da literatura, geralmente apresentando uma sequência de fatos, que envolve os personagens no enredo da história, que ocorre no decorrer de um certo tempo. Mesmo que a narração do romance não ocorra de forma sequencial é sempre possível formar esta sequência para constituir o tempo em que a história se passa.

Na estrutura do romance existem quatro elementos, o narrador, o(s) personagem(s), o tempo e o enredo:

  • Narrador:

O narrador é o responsável por contar a história, faz parte da narrativa mas não é um elemento da estrutura. A não ser que seja um narrador em primeira pessoa, geralmente mais comum nos contos, não deve ser confundido com o personagem principal.

  • Personagens:

São representações de seres humanos fictícios, elementos do texto cujas ações provocam o que chamamos de enredo. O narrador pode descrevê-los da forma que bem pretende, do ponto de vista físico ao psicológico.

  • Enredo:

O enredo é resultado da junção dos fatos e ações dos personagens. É o miolo do pão, sendo o pão o romance, o livro, num todo. O enredo apresenta as relações entre, não só dos fatos e ações, mas também dos personagens, sendo conflituoso na maioria dos romances.

  • Tempo:

O tempo pode ser externo ou interno num romance; o tempo cronológico e o tempo psicológico. O tempo cronológico é aquele em que se dá a sequência dos fatos, em relação às horas, dias, meses, etc. O tempo interior é o tempo da memória de cada personagem, é subjetivo e não pode ser medido.

Origem do Romance

Atualmente podemos dizer que o romance é o herdeiro da epopeia, gênero extinto pelo próprio romance, que surgiu no século XVII e teve o seu ápice após o Romantismo. Após o surgimento do cinema, do cinema falado, mais precisamente, o romance começou a perder forças, embora hoje em dia ainda seja um gênero literário muito utilizado. Gêneros como a novela e o conto possuem muitas semelhanças com o romance, e vice-versa.

Embora o nome romance tenha sido denominado pelo movimento Romantista, o Realismo tinha muito romance em si, uma vez que a sua base fundamental era romântica, no senso estrito; sua característica descritiva que expunha os problemas sociais da atualidade.

Dom Quixote de La Mancha é considerado o livro precursor do romance moderno, escrito no início do século XVII, precisamente em 1600.

Romance, novela e conto

Tanto o romance como a novela e o conto marcam o universo narrativo da literatura moderna. Todos possuem muitas semelhanças entre si. A novela costuma ser uma narração de menor tamanho em comparação, além de existir, na novela, uma série de ações individualizadas.

Numa novela, raramente se encontra um personagem principal, todos são protagonistas. Enquanto no romance, um personagem pode surgir, cumprir a sua função e depois desaparecer; o seu fim, costuma ser um enfraquecimento hegemônico dos fatos, não em forma de climax, como na novela.

No conto, menor que a novela, costuma haver um enredo mais pobre, além de uma menor quantidade de personagens nele envolvidos.

Tipos de Romance

É possível que existam mais tipos de romances, mas todos eles podem se enquadrar, ao menos em grande parte, como sendo um romance realista ou romance romântico:

  • Romance realista: o romance realista é constantemente influenciado pela segmentação da realidade de época de quando foi escrito. Dependendo dos casos, pode ser notavelmente pessimista. Ao contrário do romance romântico, o romance realista possui um compromisso com a realidade e é nela que todos os elementos de um romance, como já vimos, são trabalhados.
  • Romance romântico: o romance romântico envolve um universo mais idealizado, mais heroico, mais amoroso. São os tipos de romance onde o bem vence. Num romance romântico, quase sempre encontramos alguma história de amor envolvendo dois ou mais personagens.

Leia também: O que é um Ensaio?

Se pretende ler mais artigos parecidos a Qual é a diferença entre fábula e conto, recomendamos que entre na nossa categoria de Trabalhos Manuais e Tempo Livre.

Escrever comentário sobre Qual é a diferença entre fábula e conto

O que lhe pareceu o artigo?
8 comentários
A sua avaliação:
Glória
Depois de um curso de extensão e mais esta primoração ,me sinto pronta e realizada . Parabéns pela explicação .
A sua avaliação:
Claudia
Ótimo.me ajudou muito. Obg.
PAULO ROBERTO SILVA MAIA
E se a história está ligada a personagens com animais e existente morte ee lição de moral no final e conto ou fábula ?
joselita
obter mais conhecimento sobre fabulas e contos
kleia
ola Sara quero usar uma colocaçao sua ,,, porem preciso fazer a citaçao direta como faço pra colocar pagina ... vou usa essa ..........Existem diversos gêneros de contos como os de fadas, os épicos, os históricos, os contos de fantasia, de fantasmas, entre outros.
Gizelly
Mas eu tenho um livro dos irmãos Grimm que são de Contos e tem um dos contos que se intitula "Os músicos viajantes" e os personagens são bichos. Como posso definir esse conto?
Editor umComo.com.br
Oi Gizelly! Se a história tem uma lição de moral e os personagens são animais com características humanas, ele é considerado uma fábula.
A sua avaliação:
sulmara america prestes
explicações maravilhosas.
Sara Viega (Editor/a de umCOMO)
Oi Sulmara! Muito obrigada pelo comentário valeu :)
A sua avaliação:
MARIA ISABEL GIOMBELLI
MUITOOOOO LEGAAAAL
Sara Viega (Editor/a de umCOMO)
Oi Maria! Que bom saber que as informações foram úteis para você! Obrigada pelo seu comentário e continue acompanhando a nossa página :)

Qual é a diferença entre fábula e conto
1 de 3
Qual é a diferença entre fábula e conto

Voltar ao topo da página